sábado, 4 de dezembro de 2010

Rasgada Coletiva vem para democratizar produção cultural sorocabana

Fotos: Kim Hanneman http://www.flickr.com/photos/viriondeltav

Instalada próxima ao centro da cidade, casa abre espaço para teatro, exposição, música e toda forma de expressão artística da região.


Se você pensa que Sorocaba esta defasada de lugares interessantes que possam agradar ao público que gosta de arte e música de boa qualidade, está muito enganado.
O Rasgada Coletiva é um ambiente muito agradável, uma casa com a essência de uma república estudantil que oferece ao público, todas as segundas-feiras, o Carne de Segunda, evento que reúne artistas em apresentações de diversos estilos e gêneros.
Logo na entrada, esbarra-se (literalmente) em uma cômoda repleta de clássicos literários de vários gêneros, onde encontramos de Nietzche à poesias de Manuel Bandeira, além de sucessos pop do contraculturismo. Há também,em estande, DVDs e revistas que marcaram época, sobretudo, por seu teor contestador. E o melhor: tudo disponível para locação gratuita, advertido apenas pelo singelo e justo pedido de, havendo o locatário obras paradas em sua casa,disponibilizá-las também no seleto acervo, possibilitando o acesso de todos os frequentadores.



A primeira impressão que se tem do lugar é que ele parece buscar a expressão da arte em seu estado mais espontâneo, orgânico, partindo do pressuposto de que todas as pessoas são naturalmente artistas e tem algo a oferecer, ou melhor, compartilhar.Prova disso é que, com uma sem-cerimônia louvável , a casa resgata as formas clássicas de expressão das assépticas e politicamente corretas galerias de arte convencionais e as joga em todo canto: poesias colaborativas improvisadamente rabiscadas no azulejo; desenhos e pinturas misturando-se à citações e frases provocativas, e tudo anarquicamente "cuspido" nas paredes, onde filmes, gravações independentes e clipes são incessantemente projetados num telão.



O Rasgada Coletiva, frequentado essencialmente por estudantes, poetas, músicos e pessoas envolvidas com teatro e cultura geral de nossa cidade,vem se consolidando como uma espécie de buncker artístico-cultural instalado nas proximidades do centro da cidade, e cada detalhe do lugar parece se convergir para formar um espaço livre, autêntico, provocando reações diversas a cada observada mais minuciosa.



A principal razão de existência do local que é "fundamentada na ideologia do trabalho colaborativo e em uma posição menos corporativista, voltada muito mais à força de trabalho que no capital. O foco é a fomentação e escoamento cultural na cidade de Sorocaba, na democratização nas formas de produção cultural"- segundo seus fundadores - é abrir espaço para exposições de arte, recitações, encenações teatrais, apresentações de bandas e outras formas de expressão artística desenvolvidas, principalmente, por artistas sorocabanos e da região. Cedendo, democraticamente, espaço a todos de se manifestarem.
Marco Antonio Ruiz Junior, um dos moradores da sede do Rasgada, disse que o ambiente é sim de uma república, porém, lá não moram estudantes, e sim pessoas interessadas em divulgar a música e a arte de uma maneira diferenciada.
Outro projeto muito válido, que vai além dos cômodos da casa 117 da Rua Carlos José Nardi, é o Guerrilha Gerador. Este promove, até onde as intervenções policiais permitem, shows em locais públicos. “O Guerrilha já rolou umas 30 vezes, somente em três tiveram intervenção policial, duas vezes em Sorocaba e uma em Mogi Mirim”, conta Marco.

Agenda:

Para a próxima segunda, dia 29/11, a banda Vivant já está confirmada. Na segunda-feira seguinte, é a vez da banda Volpina se apresentar. O Rasgada Coletiva fica na rua José Carlos Nardi, n°117, bairro Santa Terezinha. A entrada é gratuita. Vale a pena conferir!

6 comentários:

Gilliard disse...

Fiquei curioso pra conhecer este lugar, é difícil encontrar algo que parece tão original.

Wemerson disse...

Opa! Ano que vem tem mais, estaresmos lá.É fóda ter que trabalhar na terça, mas quem se importa com o trampo, não é mesmo?

Lexxs disse...

Opa! O carnedesegunda já voltou a atividade! E vcs são muito benvindos lá galegos!

Ari Holtz disse...

A matéria está demais!! Valew a preza no texto, legal saber que, como planejamos, o #CarndeDeSegunda é um lugar não só para ir, mas para interagir! E continuará sendo... mais uma vez valeu muito o texto tocante e as ótimas fotos!

Ari,em nome do Rasgada Coletiva

Sidan Rogozinski disse...

E vem mais por aí.....

CArloZ disse...

Òtima matéria amigos Gil, Lucas e Kim.... putz parabéns... essa iniciantiva do Rasgada merce muitaaaa divulgação.... são os embriões de uma nova fase cultural em Sorocaba